Essa semana resolvi fazer um artigo sobre um assunto que é impossível não falar em qualquer desenvolvimento de site, em qualquer plataforma ( seja WordPress, Drupal, Magento ou até código puro ) e em qualquer segmento: SEO ( ou otimização para motores de busca ).

Veja bem, eu não darei nenhuma “fórmula mágica” neste artigo ou direi “tudo que você precisa fazer para ranquear em 1º”, até mesmo porque isso não existe! A verdade, é que existem sim algumas técnicas que podem ser replicadas em qualquer segmento. Porém a grande maioria baseia-se em tentativas e erros.

Volto a frisar que tudo que escrevo aqui não é baseado em “achismos”, mas sim em experiências próprias nesses mais de 4 anos trabalhando neste setor, alcançando resultados como:

Crescimento de 900 acessos por mês para mais de 17000 em apenas 6 meses, somente com acessos orgânicos. Este resultado eu pude alcançar enquanto trabalhava com a To Grow Consultoria.

  1. Dicas para SEO em WordPress
  2. Ferramentas que eu uso para SEO em WordPress

Dicas para SEO em WordPress

Pode não parecer um detalhe relevante, mas está claro para você quem vai ler seu conteúdo? E, o mais importante:

O que ele perguntaria / pesquisaria para saber sobre aquele conteúdo?

Não adianta você ter ótimos conteúdos publicados se eles estão otimizados para frases ou contextos muito amplos. Por exemplo:

Você tem um ótimo texto sobre “Cultivo de batatas”. O que eu vejo muitas pessoas fazendo é utilizar como palavra-chave “batata”, quando deveriam estar usando “Como cultivar batatas” ou “Cultivo de batatas”.

O alcance é menor, porém é muito mais assertivo. Uma vez que otimizando apenas para “batata” o usuário final pode estar buscando por “Sr. Batata do Toy Story”. Então, resumindo minha primeira dica sobre SEO em WordPress:

Dica para SEO em WordPress 01: seja específico e ranqueie para as perguntas dos usuários.

Seguindo a mesma lógica do exemplo anterior, imagine que você vai produzir seu segundo texto, desta vez sobre “Venda de batatas”. Caso você não tenha seguido minha dica anterior, possivelmente vai otimizar todo o seu texto para “batatas” novamente e aí começa o problema.

Fazer repetidas páginas ou blog posts com a mesma palavra-chave faz com que seus próprios artigos compitam entre si pelas posições nos motores de busca. Dessa forma, tente diversificá-las para aumentar seu raio de alcance de palavras-chaves. Logo, minha segunda dica é:

Dica para SEO em WordPress 02: Diversifique as palavras-chaves, mesmo que o conteúdo seja sobre o mesmo assunto

Seguindo nossa empresa de “cultivo e venda de batatas”, agora nosso blog tem crescido e temos 2 artigos! Legal! E, convenhamos, alguém que está buscando sobre cultivo de batatas talvez queria saber sobre como vender elas depois e vice-versa, então porque não lincar os dois artigos?

O chamado ” link-building ” é algo muito interessante e ajuda o Google a dar relevância às páginas que estão sendo referenciadas, o que por consequência, melhora o ranqueamento delas nos resultados de busca.

E isso vale para sites de terceiros! Citar sites de terceiros dentro do nosso artigo, ainda mais no começo de um blog é ótimo para dar confiabilidade para o usuário e para os motores de busca (dica bônus: sempre faça-os abrir em nova janela para não perder tráfego ).

Dica para SEO em WordPress 03: Linque seus artigos entre eles e com sites de terceiros para dar relevância às páginas.

Ferramentas que eu uso para SEO em WordPress

Correr uma maratona sem um tênis adequado é possível, mas é muito mais difícil e provavelmente trará lesões futuras nos seus joelhos. Trabalhar com SEO sem as ferramentas adequadas é ainda mais difícil e também trará consequências a longo prazo!

Ferramenta 01: YoastSEO

Como eu já mencionei em minha lista de plugins essências para WP, o YoastSEO será seu melhor amigo para ver se seu conteúdo está seguindo os principais padrões para um bom ranqueamento.

Mas lembre-se! Se no nosso texto sobre “cultivo de batatas” tivéssemos usado a palavra chave “batatas” ele possivelmente estaria apontando que tudo está perfeito, mas agora nós sabemos que isso não é bem assim no ponto de vista de resultados!

Ferramenta 02: UberSuggest

Essa ferramenta grátis do gênio Neil Patel dá dicas, sugestões e volume de pesquisa da palavra-chave pesquisada. Pessoalmente, o que mais gosto nela é a analise de dificuldade para ranqueamento, o que dá a você uma boa noção do trabalho que vem pela frente.

Ferramenta 03: Answer The Public

Outra ferramenta muito bacana é a Answer The Public. De uma maneira muito mais visual, ela te dá justamente as perguntas sobre determinada palavra-chave, ou seja, se nosso amigo cultivador e vendedor de batatas pesquisar por “batatas” nesta ferramenta, ele terá tudo que as pessoas mais buscam referente a “batatas”!

Ferramenta 04: Google Search Console

Essa é uma ferramenta para SEO para acompanhamento de resultados. E a minha preferida!

Ao contrário do Google Analytics, que mede quantos acessos seu site tem, esta ferramenta mede quantas vezes, em que posição e para quais palavras-chave seu site esta ranqueando. Isso é extremamente útil para encontrar oportunidades de melhoria!

Ferramenta 05: Plataformas de terceirização de produção de conteúdo

Produzir, analisar e manter conteúdos para o blog do site pode ser uma atividade complicada, seja por falta de tempo, ideias ou dificuldade em escrever propriamente dita. Por isso minha última “ferramenta” e dica é: terceirize a produção de alguns conteúdos do site. E sobre isso você tem duas opções:

  • empresas e agências ( como a Rock Content ou a Orgânica Digital);
  • freelancers (podem ser encontrados na plataforma Workana).

Espero que este artigo ajude você conquistar algumas posições no Google!

Quais ferramentas você usa para otimização em SEO? Alguma dica extra? Deixe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *